Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2008

As mulheres são de marte e os homens...

Angustiada e desolada, há um bom tempo atrás, perguntei a um amigo, supondo que por ser homem pudesse esclarecer-me alguns mistérios comportamentais do gênero masculino, sobre a possibilidade da existência de um "cara" que aceitasse o relacionamento amoroso como algo sério, definitivo e digno de esforços diários para a sua manutenção. A resposta que obtive me foi desoladora: "_Para com isso, isso não existe minha filha! A não ser que você encontre um desses rapazes novinhos que nunca saiu de casa e não conhece as tentações do mundo. se você quiser, eu te apresento um amigo meu, crente, novinho, ele tá doidinho pra encontrar o grande amor da vida dele! Para com isso, minha amiga, pessoa romântica só leva ferro." Depois dessa fui obrigada a cavar mais fundo o meu poço.

Passado algum tempo, encontrei um velho conhecido da faculdade, ele é um estudioso das Letras, da Ciência, da Neurociência e do Diabo a Quatro, e ele me falou sobre algumas teorias evolucionistas e sobr…

A Reunião dos Bruxos

A Reunião dos Bruxos já devia ter começado e Levrita ainda estava em casa procurando alguns ingredientes para serem levados ao local, que era ainda desconhecido para a bruxinha. Haviam lhe dito que a casa da Zezinha ficava no Fim do Mundo, lá no alto, onde a vassouras se quebram. Não seria tão difícil de se achar. Sacolinha pronta e vassoura aquecida, Levrita ,que ainda era uma iniciante no mundo das magias, se dirigiu para o tal Fim do Mundo, e que as boas energias a guiassem!

Depois de duas horas entre o Cabo da Boa Esperança e o Triângulo das Bermudas, Levrita conseguiu avistar ao longe dois pontinhos que foram se aproximando e se tornando reconhecíveis.Eram as também iniciantes bruxinhas Levadinha e Zoraya. O namorado de Zoraya a acompanhava, ele ainda não fazia parte do mundo das bruxas, mas estava prestes a mudar de idéia. Levrita ficou contente e aliviada em perceber que não era a única perdida, quem mandou a Zezinha morar no Fim do Mundo?

Levadinha era uma bruxinha de voz doce e…

Orkut causa ciúmes!

Depois que inventaram esse tal de Orkut e os brasileiros tomaram conta de suas páginas, surgiu uma nova, mas não menos dolorida forma de cutucar e de ser cutucado. As pessoas ficam tão íntimas e com uma rapidez espantosa! Em um momento, são completos desconhecidos, e em outro, amigos queridíssimos.Nunca foi tão fácil dizer "eu te adoro", "beijos", "gatinho", "lindo", e a expressão que anteriormente era reservarda aos realmente amigos ou algo mais,"eu te amo". É uma intimidade falsa e forçada, mas que está se naturalizando com o decorrer do tempo e está se transformado em linguagem do Orkut. Obviamente que ainda não avisaram para o cérebro e para os corações dos enamorados que isso pode não passar de apenas mais uma função fática de uma nova forma de comunicação...Embora existam também alguns que levam esse poder que a internet lhes proporciona até às últimas consequencias, com o propósito de conquistar ou de irritar outras pessoas. Com…

Estrada da vida

O momento é certo.

Corremos pelas vielas e pelas amplas avenidas , às vezes suamos, às vezes nos cansamos, às vezes paramos para olhar a paisagem que nos refresca e nos ajuda a esquecer a dura e longa jornada que ali nos aguarda. Pelos caminhos vão passando algumas pessoas que vendem coisas e nos compram com as suas palavras tão cansadas de seduzir que já não se envergonham disso. Somos obrigados então a nos desfazer de nossos últimos trocados para possuirmos algo de qualidade duvidosa ou apenas para nos vermos livres de tanta explanação vazia.

Avançamos pela estrada em busca de algo que, talvez, encontraremos apenas no fim da caminhada. Não sabemos ao certo do que se trata, mas supomos que seja bom e compensará o árduo trabalho despendido.

Quando temos sorte, encontramos alguém que se disporá a percorrer boa parte desta maratona conosco, um alguém que nos fará rir nos momentos ruins e de cansaço, que enxugará as nossas lágrimas nas noites frias e que não se importará em dividir o seu pe…

Eteviana

Glaise estava arrasada, era o terceiro dia depois de ter encontrado o suposto amor de sua vida, porém, ele desapareceu como se nunca tivesse existido.Ela não sente fome, tem insônia e vive suspirando com o olhar para o nada e o tudo, perdido três dias atrás.

_Glaise, por que você não liga para o Vander, você não está com vontade de vê-lo novamente?

Glaise se irritou com a pobre Eteviana, mas a inexperiente alienígena não podia compreender como as coisas aconteciam aqui em nosso planeta, ainda mais em um assunto tão complexo como o do jogo da sedução.

_Pô,Viana, se eu ligar pro cara, ele vai pensar que eu tô de quatro por ele, entedeu?

Coçando as suas anteninhas e com um olhar estranho perguntou:

_O que é ficar de quatro? Não entendi...Quando a pessoa gosta de outra, por que é que ela tem que ficar esperando, por que ela não vai lá e vê o que o outro está sentido e pronto?

_Por que se o cara percebe que você está apaixonada, ele pisa em você, te faz de capacho, não te dá valor, pegou?V…

Diário

Até que nível de pressão um ser humano é capaz de aguentar? Final de ano é sempre uma época muito estressante, muitas festas, muitos compromissos, muitas compras, e muitos planos para o próximo ano, haja coração! Imagine isso tudo somado ao estress diário e acumulado de quem trabalha em uma escola...

Trabalho em uma escola de Ensino Fundamental há quase três meses, mas o nervosismo e cansaço em que vivem todos no local já estão tendo os seus efeitos em mim. Os professores estão loucos para se verem longe dos pestinhas, há pouco tempo para as avaliações e a turma realmente não coopera.O fim de ano em uma escola é sufocante!

Eu sou uma reles agente administrativa que acabou de passar no concurso municipal e foi para aquela escola, afirmou a responsável, para ficar na biblioteca.Como se trata de uma escola situada em um distrito, imaginem só as dificuldades que enfrentamos! Nessa semana faltou um professor de português, e eu tive que, em cima da hora, assumir as aulas dele, sem ao menos te…

Mini-conto

Sarah em "O vestido de noiva"
O dia do casamento

Tudo conspirava contra, o dia estava chuvoso, o vestido parecia que tinha encolhido, o seu irmão que morava em outro estado ainda não havia chegado, mas não eram esses detalhes que a fariam desistir, ah não! Depois de três remarcações, dois acidentes e uma bebedeira, nada a faria descer do podium agora.


A primeira grande decepção aconteceu quando completavam dois anos de namoro: a casa não estava como eles sonhavam que estivesse para a data. Ela concordou, aceitou e até incentivou, afinal, era a casa onde iriam morar por grande parte de suas vidas. O pequeno lar nunca ficaria como nos sonhos, pois se tratava de um "puxadinho" no fundo da casa dos sogros, mas pra iniciar uma vida repleta de amor e altruísmo, segundo imaginavam, servia bem. Os cinco impedimentos seguintes aconteceram intercaladamente por motivos diversos: Morte de um primo distante, fechamento do cartório por motivo de luto, Comida que se estragou na vés…

Eteviana

A noite era branca e o frio sussurrava em suas antenas, mas não havia ocasião melhor para explorar aquele novo ritual tão estranho para os padrões alienígenas. Eteviana não se importou com os olhares curiosos e os comentários causados por sua estranha cor de pele e por suas pequenas antenas, que mais pareciam dois amendoins em cima da cabeça.Vestiu-se como uma genuína terráquea, mesmo o frio estando inteso: minissaia bem justa, blusinha tomara-que-caia Muito perfume, balangandans e salto alto. Seguindo os conselhos de sua anfitriã, pintou as unhas, colocou um baton bem forte e esfoaçou os cabelos.

_Glaise, eu não entendo, se a gente vai sair pra dançar, por que é que eu tenho que usar esses sapatos com os quais eu mal posso me equilibrar, e essa roupa que tira o meu fôlego?

Glaise era uma ótima anfitriã, e queria que Eteviana se integrasse totalmente ao estilo de vida terrestre:

_Eteviana, Nós não vamos só sair pra dançar, nós vamos sair pra arrassar! Temos que chamar a atenção dos gatin…

Ser livre

Quem mede os nossos méritos? O vestibular? A prova dos concursos públicos?
A nossa família? Os nossos amigos? Os nossos filhos? Os nossos amantes? Quem está apto a nos julgar? Nós mesmos?

Infelizmente e tristemente digo, que necessito desesperadamente da aprovação alheia, e que sem ela, não tenho paz. Às vezes considero o meu julgador incapaz de dirigir a sua própria vida e incapaz de tomar uma decisão coerente, mas ainda assim, necessito de seu aval.Necessito de que me dê um sorriso orgulhoso significando: "muito bem, fez certo!"Necessito de que o universo esteja em harmonia com os meus anseios.

Apesar dessa necessidade de estar em concordância com o universo, e além dela, me vem a vontade de estar de acordo apenas com os meus anseios e os meus princípios.Não quero que me governem, não quero que me julguem, não quero que saibam de minhas decisões.Mas caso venham a saber, que a considerem sensata! Ou ao menos, a considerem como uma possível decisão acertada, visto que,de certo,…

Viola de Folia

Cinco homens aguardavam o momento da apresentação, enquanto a bela e bem vestida moça convidava os homenageados para subirem até o palco e receberem a singela peça feita em pedra sabão. A homenagem era simples, mas nem por isso, sem valor. Pena foi que muitos dos homenageados não pensaram da mesma forma, e sequer enviaram um representante para fazer parte do evento. Pensando bem, o azar foi deles, pois perderam uma noite muito agradável e memorável!

Notava-se que os homens eram genuínos representantes da cultura que ali expunham, uma cultura que fala da gente do povo, da fé, da festa, do trabalho duro, das cantigas, dos causos e lendas. Quem os via de longe, não fosse pela ornamentação de suas vestes, não poderia dizer que dentro de pouco tempo, aqueles mesmos homens, fariam uma demonstração tão bela!Aquelas personagens, vestidas por camisas brancas, calças estampadas e chapéus enfeitados por fitas, estavam prestes a espantar as nossas pestes!

Tudo teve início com a apresentação do cora…

Mr. Bad Guy

Por que devemos ser pessoas boazinhas e bem comportadas?Em nossos cérebros ainda virgens são inseridos comandos de convívio em sociedade, lá são construídos vários atalhos que são utilizados quando precisamos tomar decisões simples e cotidianas, e também grandes decisões, que mereceriam muita análise.NÃO!Não gostam de nos ensinar a refletir e tomar dicisões ousadas, não é "legal".Devemos seguir o que nos dizem ser apropriado, para não nos envergonhamos e não os envergonhar.

Por que os alunos devem obedecer aos professores e escrever na prova tudo o que eles dizem e escrevem durante as aulas, mesmo quando o nosso nível de conhecimento sobre o assunto é superior ao deles?Mesmo estando certos, devemos fingir que concordamos com o que a anta disse, sob pena de levar zero e fama de burro.

Por que devemos ser "educados" em um local sofisticado e não comer quando temos fome e nem aceitar um bis?

Por que devemos fingir que não estamos interessados em alguém, quando obviamente…

Uma prostituta chamada Ouro Preto

Essa experiente e charmosa senhora que vive de braços e pernas abertos, sempre acolhe a todos que desejem se deleitar com os seus atributos alucinógenos.A sua história é longa, ela é "rodada" e já deu muito o que falar. Alguns têm apenas a intenção didática do apreciar, sugam apenas o néctar mais singelo, mais artístico e sublime.Outros (a maioria), não querem saber de seu passado, de suas cicatrizes, nem o seu nome querem conhecer; A intenção desses é a de apenas usar as suas sinuosas curvas em nome do prazer sem censuras, se limitam a seus becos escuros.

Ela oferece muitas festas, internacionalmente conhecidas!O carnaval é uma das maiores, mas a pobre só se vende para a multidão que vem urinar em suas tristes e frias entradas...A multidão não se importa se ela sofre, chora, se tem fome.A multidão só quer a orgia!

Ela teima em oferecer a sua hospitalidade, oferece eventos culturais, abre espaço para as artes.Mas os artistas não se mostram contrários ao que defendem?A liberdad…