Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Como agir sendo pais separados?

Considerando que o mundo mudou bastante, as relações se transformaram, e que ter pais separados é muito mais comum do que há 30 anos atrás (as estatísticas dizem que o número de divórcios cresceu 160% nos últimos 10 anos), acho que já está mais que na hora de se criar um código de conduta, ou algumas referências comportamentais para que os envolvidos possam ter menos constrangimento em diversas situações cotidianas. O maior problema é quando o ex casal tem filhos, muitas situações virão ao longo de suas vidas. Conversando com algumas pessoas, que também passam por uma situação semelhante (segundo casamento, com filhos de ambos), percebi que essa preocupação é mais comum do que parece. Imaginemos algumas situações:
Comemorações de aniversários
Quando os pais viviam juntos, o normal era se ter uma festa única para comemorar o aniversário das crianças, mas e depois de separados? Isso vai depender de muitos fatores, como por exemplo, de como é o relacionamento entre os pais, como é o relaci…

Reflexões de fim de ano

Quando chegamos à metade da vida, temos duas direções para lançarmos o nosso olhar, para trás ou para frente, e temos dois caminhos principais à nossa disposição, o caminho da resignação ou o do desafio. Olhar para trás é necessário para que possamos entender por onde passamos e o que nos fez ser o que nos tornamos. Olhar para frente é necessário, para que tenhamos ânimo para viver a outra metade da vida que julgamos nos restar.
Nesses 40 anos, aprendi bastante coisa, mas ainda penso sei absolutamente nada sobre como viver uma vida plena e feliz. Construí muitos sonhos durante toda essa jornada, e mudei a todos durante o caminhar. Vivi relações frustrantes e desiguais, conheci gente e o que faz do ser humano, o ser humano. Fui à Índia sozinha, ganhando pouco mais que um salário mínimo e sobrevivi a um divórcio com dois filhos, sozinha, por mais de 10 anos. Passei fome, vivi em casa em condição de risco, demorei uns 15 anos para terminar o curso de Letras, e quando terminei, passei no m…