Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

Jogos do amor

Quando se fala em amor, paixão e sexo estamos falando em jogos. Sim! Incrível, mas dois competidores (no mínimo) entram em ação e começam a maquinar sobre suas táticas na arte da guerra, cujo prêmio final pode diferir muito na concepção de um e de outro.
O amor, para quem está enlaçado, soa como doce, suave, excitantes condimento e alimento, até que o tempo o descubra e deixe a mostra as suas agruras.
É algo terrível! Quando duas pessoas se apaixonam, começa alí em seus intelectos um jogo inconsciente visando enfraquecer e dominar o outro, domar e tomá-lo! O comportamento muda radicalmente! Se a pessoa era amiga anteriormente, não mais é vista ou tratada como tal, coisas não mais são ditas, Fatos são ocultados, jogos são tramados. Se não se conheciam, pior, campo aberto para maiores dissimulações!

Amar deveria siginficar companheirismo, amizade, respeito, carinho e bons momentos juntos, mas o que percebemos é o inverso. O parceiro, maléficamente procura as farpas mais ponteagudas e irreg…

Ao mestre, com carinho

Ensinar é uma característica exclusivamente humana e é só por causa dela que hoje eu estou em frente a esse computador e sei que quando eu aperto alguma tecla, um caractere é transferido para a tela, e sei que cada caractere desse significa algo e representa um som, e que juntando esses caracteres com uma certa lógica convencional consigo formar palavras, e que essas palavras se relacionam e representam algum ser, objeto, ação, qualidade ou ideal.Se em minha vida eu não tivesse tido contato com os inúmeros professores oficiais e não-oficiais, eu não seria capaz de viver no mundo globalizado.

A profissão do professor é uma das mais antigas da humanidade e em diversas fases teve o seu glamour, o seu status de superioridade, mas os tempos mudam...

Depois que o ensino se tornou público, foi necessário que se criasse uma didática efetiva e que atendesse à diversidade de alunos. A opressão, a violência física e psicológica foram muito utilizados como instrumentos supostamente eficientes de …

Cansei

Não quero mais enigmas,
adivinhações,
suposições,
Alienações,
Não!

Não quero ter que imaginar
Sonhar,
Conjecturar,
Analisar,
Oh, não!

Chega!

Quero sorrir sem medo,
Quero chorar,
Mesmo que cedo,
Quero saber do meu chão;

Quero as luzes acesas,
Quero as poucas certezas
E a paz no coração.

Não!

Não quero esses jogos,
Nem todos os falsos fogos,
Só quero enxergar!

Quero caminhar descalça,
Não quero sandálias falsas,
Que me escondam do elemetar.

Olhos fugitivos

 Trabalho apresentado ao curso de Literatura II, Professora Elzira-UFOP sobre o livro Dom Casmurro de Machado de Assis.

            Os “olhos de ressaca” de Capitu, ou “olhos de cigana oblíqua e dissimulada” serviram como argumentos persuasivos e evidenciais de toda uma suposta traição sofrida pelo autor/protagonista do famoso romance Dom Casmurro, tema bastante debatido tanto nos meios acadêmicos quanto em rodas de conversações informais. Sabendo-se que a história é narrada por seu protagonista, fica-nos óbvio o interesse em defender o seu ponto de vista e até mesmo os seus atos durante a sua trajetória, já que o acusador é parte totalmente interessada na condenação dos réus e na absolvição dos pecados do traído. Talvez, exatamente por ser parte interessada, Santiago ou Dom Casmurro é cuidadoso em suas falas, utilizando-se de sutileza, demonstrando indiretamente as qualidades das pessoas envolvidas.             As qualidades de Capitu, como a capacidade de dissimular e controlar os seu…

Olhos fugitivos

 Trabalho apresentado ao curso de Literatura II, Professora Elzira-UFOP sobre o livro Dom Casmurro de Machado de Assis.

            Os “olhos de ressaca” de Capitu, ou “olhos de cigana oblíqua e dissimulada” serviram como argumentos persuasivos e evidenciais de toda uma suposta traição sofrida pelo autor/protagonista do famoso romance Dom Casmurro, tema bastante debatido tanto nos meios acadêmicos quanto em rodas de conversações informais. Sabendo-se que a história é narrada por seu protagonista, fica-nos óbvio o interesse em defender o seu ponto de vista e até mesmo os seus atos durante a sua trajetória, já que o acusador é parte totalmente interessada na condenação dos réus e na absolvição dos pecados do traído. Talvez, exatamente por ser parte interessada, Santiago ou Dom Casmurro é cuidadoso em suas falas, utilizando-se de sutileza, demonstrando indiretamente as qualidades das pessoas envolvidas.             As qualidades de Capitu, como a capacidade de dissimular e controlar os seu…

Lição de vida segundo Shakespeare

"Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. Acabas por aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas de hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de algum tempo aprendes que o sol queima se te expuseres a ele por muito tempo. Aprendes que não importa o quanto tu te importas, simplesmente porque algumas pessoas não se importam... E aceitas que apesar da bondade que reside numa pessoa, ela poderá ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos para se construir …

Dia dos namorados

Gostaria de escrever coisas belas e inspiradoras, mas os que me conhecem sabem que nem sempre tenho essas palavras para enfeitar o meu singelo blog... Não pensem tambem que vou  tecer argumentos contra este dia, ah, não!
Como todos sabemos esta data foi criada com fins comerciais, como a maioria delas, mas o que vale mesmo são os rituais, pois  é por eles que nos mostramos vivos, que marcamos as épocas de nossas vidas, que criamos momentos especiais, e sob esse ponto de vista, essa data é muito válida! Um bouquet de rosas vermelhas do primeiro namorado, um ursinho de pelúcia, uma colônia, um jantar romântico, memórias doces e inesquecíveis, mas...
Uma colega me disse uma frase ouvida de uma terceira: "_Hoje em dia não existe namoro, existe é sexo garantido." _Muitas coisas se encerram nesta frase. A verdade é, como já disse em posts anteriores, que o namoro está, definitivamente, saido da moda! É brega falar que se namora, que se ama, que se está apaixonado, casar então, Jesus…

Poeira

Deixo que a poeira me leve
No meio do seu vendaval.
Se a poeira tem o seu vento
deve ter o seu temporal
Com trovões pavorosos, raios
E muita chuva no final...

A poeira se acomoda,
suja, esconde;
O vento liberta, varre,
mostra, expande.

Poeira me leve no seu vento
Mas fique pelo chão,
Deixando que me concentre
No que tenho em minhas mãos!

O que era doce

Onde é a linha
Que vai dizer afinal
Que o final
Finalmente chegou? 
Como ler nas entrelinhas, 
Sempre juntinhas
Que o que era doce
Se acabou?
Como ver na neblina
Ou entre a relva da campina
Que as luz se apagou?
Como calar a campanhia
Que teima em gritar,
Sempre fria:
"Acorda, sonhador!"