Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2007

Brilhar

As necessidades humanas são sempre as mesmas, desde que nascemos.Quando viemos ao mundo, precisamos obviamente de alguém que nos alimente e proteja, essas são as nossas primeiras carências.Nascemos com uma aparência cativante, frágil, o que nos ajuda a nos relacionarmos de maneira a conseguirmos exatamente o que nos é necessário, o alimento, a proteção e o carinho.



Os anos vão se seguindo e nossas necessidades básicas mudam, vão sendo criadas a cada dia, combinando com o que nos é externamente sugerido, imposto.A verdade é que , como disse Freud, sempre teremos a sensação de que nos falta algo, nunca estaremos satisfeitos com a nossa condição enquanto Ser.Desejamos ser sempre mais e ter sempre mais.Desejamos chegar àquele lugar onde as estrelas brilham, onde tudo é mais colorido, mais glamouroso.Queremos sempre ser a Grande Estrela, ser admirados, ter nosso trabalho reconhecido, nos destacar entre os comuns, os humildes.Esse é um desejo humano, não há como negar.



Mas e o que seria das g…

Cadê o meu sapo???

Como as mulheres ainda são tolinhas, esperando por seus lindos príncipes de olhos azuis, que vão carregá-las no colo, colocá-las em seus cavalos brancos, levá-las para o castelo, cuidar delas, sustentá-las, dar amor e carinho eternos....Pena que nos contos de fadas não aparece o "Day after".Esqueceram de contar para as meninas que os príncipes são arrogantes e têm um reino para governar, não sobrará nenhum tempo para elas.Elas ficarão esperando passivamente que eles voltem de suas viagens diplomáticas ou da guerra, pronta para serví-los de todas as maneiras, para que eles se esqueçam de suas frustrações e de que eles não são Deuses na terra, como teimam em pensar.Essa menina vai passar a sua vida inteirinha submetida, sendo obrigada a sorrir sem ter vontade, a servir sem questionar, a ser uma princesa ideal. Quero amar um sapo!!!Quero encontrar um sapinho que não chame muita atenção inicialmente, que seja como todos os da sua espécie, ciente de seu lugar no planeta e no brej…

Busca

Dias são tão longos,
Noites, tão curtas...
Anos duram segundos,
Nada se vê, nada se escuta.

Calor, reconforto, laço,
Procura, sempre procura!
Beijos,olhos, abraços,
Luz pela fenda escura.

ítens variados à mostra
Degustação a Bel prazer
Fartura, facilidade, crosta
que cresce sem se perceber.

Casca dura, inquebrável
sepulcro da sutileza
sentimento alienável
existência de pobreza!



Mundo globalizado...Relações globalizadas?

O que se vê hoje em dia, é a efemeridade das relações pessoais, principalmente das relações amorosas.Em tempos passados, mas nem tão passados, as pessoas viviam num mundo extremamente limitado,muitos nasciam e morriam sem sair de suas minúsculas cidades, com raras excessões de filhos de famílias mais abastadas que tinham a oportunidade de irem estudar fora do país, o que demorava quase uma vida.O desejo das moças era encontrar um bom marido, a quem pudesse amar e de quem pudesse esperar o sustento.O respeito, nem tanto.Os rapazes procuravam a esposa perfeita, totalmente fiel e domesticada, submissa até a morte, em quem pudesse confiar enquanto rodavam pelas estradas da vida;Uma mulher que pudesse cuidar deles como se fossem crianças, e de quem tivessem o direito de exigir tudo, como capatazes.

O mundo girou e mudou...As mulheres estão mais conscientes de que são indivíduos com necessidades, direitos e por que não, poderes.Os homens...A maioria …

Fenômeno

Assim como o livro, os filmes sobre Harry Potter fazem o maior sucesso entre jovens de todas as idades, um fenômeno mundial e pioneiro no mundo.É incrivel ver como essa mania tomou conta de milhares de pessoas, que durante anos sempre aguardaram ansiosas as novidades sobre Harry.O que será desses fãs agora com o fim da saga de Harry Potter, e de sua autora que conviveu durante tantos anos com a sua criatura?

Na platéia

Eu na platéia assistindo ao espetacular quarteto de cordas, o quarteto Tristão de Ataíde, no Grêmio literário Tristão de Ataíde.

A Devassa

Cartaz do espetáculo A Devassa.Trata-se de uma peça que fala sobre os inconfidentes, seus dramas, suas aspirações, seus amores e seus destinos.Escrita por Adélia Carvalho e pesquisa histórica de Ana Jardim.
Participação do programa Terra de Minas da rede Globo, ao vivo, no dia 21 de abril de 2007.Apresentamos trechos de A Devassa, autoria e direção de Adélia Carvalho, Grupo de Teatro "As Medéias".

Auto de Natal

Essa foi a minha segunda apresentação em outubro de 2006.
Peça de Adélia Carvalho "Auto de natal"


Estréia

Essa foi a minha estréia nos palcos, em julho de 2006.Foi um grande momento onde vivi três personagens distintos e um deles é esse menino de "No natal a gente vem te buscar" de Naum de Oliveira.