domingo, 10 de janeiro de 2016

O preço da confiança

 
Existe um troço que é fundamental para todos os tipos de relações, pois este negócio é o que liga, mantém, e propicia o desenvolvimento dos sentimentos construidos dentro das relações humanas. Essa coisa é a tal da confiança.

A confiança se constrói lentamente, tirando-se a dúvida todos os dias, em diferentes situações. Os testes proporcionados pela vida nos mostram as reações dos envolvidos, nos oferecem indícios e até mesmo provas da "inconfiabilidade" desta ou daquela pessoa. 

A confiança é uma base que demora anos e consome imenso trabalho para que seja construída, mas se destrói com a mais suave brisa da primavera. Uma vez plantada a semente da desconfiança, essa se alastra pelas paredes do muro da confiança e o vai estrangulando até que caia por terra.

Pequenas mentiras inocentes, coisas não ou mal ditas, segredos, pequenas traições, são flechas que vão furando a represa. Os buracos crescem e a represa se rompe, de uma vez por todas, e nunca mais se reconstrói.

Tolos gostam de viver no mundo das ilusões e temem serem julgados por suas verdades; porém, verdades podem ser perdoadas e esquecidas, mentiras, dificilmente. Verdades podem ferir e atingir o corpo como pedras, mas não há mais o que se esperar, imaginar, ou motivos para se torturar com possibilidades ocultas, pois verdades são apenas verdades. Mentiras são buracos infinitos onde caímos e nunca mais conseguimos voltar para ver a luz. 

Confiança é um tesouro difícil de ser construído, e fácil de ser perdido, vale mais que ouro e custa menos que uma banana bem dada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...