terça-feira, 29 de setembro de 2009

Tenho medo

Sempre tive medos, muitos e muitos medos, a maioria sem explicação aparente, mas todos bem reais aos meus olhos.

Hoje eu tenho o maior medo de chuva preta com trovoada branca, daquelas que fazem as paredes da casa estremecerem e os ossos dançarem junto com elas. Mas eu não imagino que um raio possa me atingir e me fulminar, não tenho medo de ficar surda com o barulho da trovoada, nada disso me amedronta.Eu apenas sinto um medo e uma vontade de estar aconchegada, de ter um braço e um cobertor em minha volta para que eu me sinta protegida.

Outro medo que sinto é o de pessoas mortas, mas o que me apavora também não é a sensação de que a pessoa possa se levantar do Mundo-dos-que-já-foram, nem o medo de que seu fantasma ou alma venham me perseguir, ah, não! Tenho medo de tocar, de estar ao lado de um corpo que já nao tem vida, por que eu não sei o que isso significa, é muito assustador pra mim!

Tenho medo de que eu nunca consiga realizar algum sonho de infância e de que a vida seja só isso que vivo hoje, que ela já esteja resolvida e acabada. Tenho medo de nunca poder conhecer outras gentes, sentir outros aromas, ser iluminada por cores diferentes, admirar flores e vidas estranhas para mim e perceber que tudo é uma coisa só.

Tenho medo de descobrir que toda a minha luta foi inútil, que todos os meus sonhos eram idiotas, e que eu também fui uma idiota.

Tenho medo de ter a certeza de que as pessoas realmente  são tudo o de pior que vemos, de que tudo é mentira,  um teatro de manipulação, e de que eu sou uma das protagonistas.

Tenho medo de que essa tempestade que me assombra lá fora nunca cesse aqui dentro, e de que eu sempre esteja a espera de um braço e de um cobertor.

4 comentários:

  1. Lú!Perfeito...
    Se te serve de consolo, esses são os meus medos também e de muita gente por aí...
    "Medo de chuva preta com trovoada branca...” esse era, ou ainda é,meu maior medo.Estou Descobrindo que esse,é simplesmente medo do que esta fora de meu controle,e isso resume todos os nossos medos...

    ABRAÇOS
    Ninha

    ResponderExcluir
  2. É verdade, e medo muitas vezes paralisa...
    Obrigada por suas palavras, adoro sua visita!

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho medos que foram se amontoando em mim e que hoje em dia me assustam aos montes. Me identifiquei muito com esse texto. Bom demais de ler, querida! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Dá medo, e arrepio como um olhar errante..
    Beijos

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...