quinta-feira, 5 de julho de 2018

Loucura apaixonada


Nós somos loucos, ele e eu, caminhantes quase errantes que se encontraram no caminho.

Loucos, é o que nos dizem, cada um com sua loucura, destoantes, e concordantes na essencialidade.

Loucos, um pelo outro e pelo que sonhamos em construir juntos, antes mesmo de nos conhecermos; loucos nesse mundo, ele ainda espera, eu, esperei e cansei, nós, vivendo na demência e nos consolando.

Loucos, porque amamos apaixonadamente e não nos importamos com as conveniências e modelos contemporâneos.

Sonhamos como adolescentes e brincamos como crianças na seriedade de ser quem somos. Amamo-nos como anciões que já sabem de tudo.

Assim vamos, na loucura boa de viver o que sentimos de verdade, e na verdade de ser quem somos. Conhecemo-nos, assim supomos, e enquanto assim pensarmos, será eterna a loucura e apaixonado o amor.

Nenhum comentário: