sábado, 20 de fevereiro de 2010

Queria

Quero aquilo, não isso
Quero o que quero, não o que queres
Quero sempre o que preciso
Não o que querem as mulheres.

Mas quando quero, tu não queres,
Ou o que tu queres, não hei de querer.
Tu  desejas o que ignoro
E o que desejo, nunca vais saber. 

Se te digo o que quero,
Tu me dizes que devaneio
Se tu queres o que espero
Digo-te que receio.

Gostaria de não querer,
De nunca mais desejar!
Gostaria de saber
Como parar de sonhar.

Um comentário:

  1. Ah, não para de sonhar não...ele que te dá essas asas lindas, mesmo que as vezes machucadas...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...