terça-feira, 5 de junho de 2018

Se queres seguir conselhos de amor

"O poeta é um fingidor..."


Se queres seguir conselhos,
Não sigas os dos poetas,
Só os tomes como modelos,
Se forem para patetas.

Palavras lindas, trágicas, fortes e cruas,
Servem-nos em momentos de lua,
Ou relembrando das carnes nuas.

Quem geralmente as profere
Nunca foi ou será perfeito;
Apenas servem ao que querem,
Esvaziar-lhes o peito.

Não sigas também os filósofos
Infelizes e agonizantes,
Quase sempre desejosos
De serem ignorantes;

De vidas quase sempre desastrosas,
Levam-na a questionar
E a negar certezas postas
Sem deixarem-se libertar.

Não sigas os romancistas, tampouco,
Esses burocráticos sonhadores
Que colocam-se pouco a pouco
Nas histórias de seus locutores.

Dos pintores, admires as artes
E seus dizeres gritantes,
Que falam de todas as suas partes,
Felizes, quentes, angustiantes.

Se queres seguir conselhos,
Esqueças do que eu digo,
Cuides de seus pentelhos
E eu cuido do meu umbigo.

Postar um comentário