terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Nasci pra amar nego torto


Nasci pra amar nego torto,
Correr atrás do bicho solto
E nunca conseguir alcançar;
Nasci pra ouvir rejeitados,
Acalmar os desesperados
E nunca me acalantar;
Nasci pra adocicar pecados,
Aliviar machucados
Sem minhas lágrimas secar.
Nasci pra amar quem não ama
Nasci pra voar, sempre insana
Nasci só para amar.

2 comentários:

claudia disse...

eu tbm..........
e de tudo o melhor é, "...Nasci pra adocicar pecados,",e sempre tem quem o deixa amargo..........

José Oliveira disse...

Ola =D

O poema está lindissmo Lu...
Mas transparece a tua dor. A vida são dois dias, e dia e meio já passou!
Não gastes todo o tempo a aliviar os machucados. Guarda tempo para aliviar a tua própria dor =).

Sempre que puder ajudar, não exites em me procurar.

Cumprimentos, José Oliveira