quinta-feira, 25 de agosto de 2016

O homem cru


O ser humano nasce cru, e nele, qualquer semente pode ser plantada; a evolução humana é uma concepção que leva em consideração o meio em que o ser humano vive, menos até que sua capacidade física e/ou cerebral. Esse conceito, evolução, também depende de quem o aplica e dos valores adquiridos ou plantados dentro de um sistema de crenças.

Segundo o Dicionário Online de Português, evolução é:

Teoria de acordo com a qual as espécies sofrem alterações pela ação das mutações e pela seleção natural: evolução das espécies. 
Progresso; processo em que há modificação constante e progressiva, alterando um estado ou uma condição.
Desenvolvimento; tudo aquilo que se relaciona com a melhoria ou com o crescimento em determinada área. 
[Medicina] Sucessão das manifestações de uma doença. 
[Astronomia] Movimento constante efetuado por um corpo celeste ao redor de outro.

O ser humano, de acordo com as teorias científicas, sofreu evolução física até se encontrar no estado em que está hoje, com capacidade intelectual supostamente superior a de todas as outras espécies terrestres. Evolução também é sinônimo de desenvolvimento tecnológico, assim como de riqueza, já sabiam os países ditos "evoluídos e desenvolvidos" . Porém, se considerarmos evolução como sendo uma alteração do estado humano dentro de uma sociedade, levando em conta a maneira como ele se relaciona e a capacidade de fazer julgamentos, veremos que não existe tal evolução e que talvez ela nem seja possível, pois não parece, até então, ser inerente a algum desenvolvimento físico do ser humano. Estou considerando aqui a evolução como uma capacidade de se portar e se postar no mundo, ou seja, o desenvolvimento de uma consciência mais ampla sobre o funcionamento do próprio ser humano e de sua organização enquanto ser humano dentro de um contexto social.

O que quero dizer é que o homem que nasceu na idade média é o mesmo que nasce aqui, e o que ele se torna, depende do que será plantado nele. A história serve para que conheçamos alguns mecanismos dentro da sociedade, para nos ajudar a refletir sobre o que é importante, sobre as armas de dominação e sobre o que já foi feito em nome do poder; nos ajuda a compreender sobre nós mesmos e por que estamos em um mundo como o que estamos hoje. Porém se essa história for apagada, deturpada, contada apenas pelos vencedores ou pelos perdedores, se essa história não mais interessar, o ser humano será cru como o homem de Neanderthal, questionando sobre as mesmas coisas que este questionava e se encantando com os mesmos artifícios que nossos índios se encantaram quando foram ludibriados e massacrados.

O homem precisa de segurança, de rumo, de conforto, e de forma fácil, sem que precise se esforçar em questionamentos que, ao contrário, não trazem certezas, muito menos conforto. O homem cru se encantará facilmente por ideologias que lhe pareçam confortantes e lhe deem sentido, o homem cru lutará por sua certeza até a morte. O homem, qualquer um deles, precisa e deseja conforto e segurança, mas o homem cru não fará esforços para entender o que venha dizer contra suas certezas, que baseiam seu conforto e segurança.

A qualquer momento, ideologias reconfortantes com suas certezas podem emergir, depois que os livros forem queimados e todo o conhecimento for camuflado, deturpado, manipulado ou extinto, por que o homem não nasce com nenhum conhecimento, só nasce com suas necessidades básicas, e nele tudo pode ser escrito. Neste sentido, o homem não evoluiu. O homem continua o mesmo de séculos atrás, capaz das mesmas atrocidades, dos mesmos julgamentos e das mesmas asneiras que já dizimaram milhões de outros seres humanos, não trazendo nenhum benefício para a humanidade (desenvolvimento tecnológico sempre acontece depois de grandes catástrofes, mas até que ponto o desenvolvimento tecnológico pode ser considerado sinônimo de evolução e desenvolvimento humano?).

O homem nasce cru, e muitos permanecem crus, com seus cus camuflados, disfarçados, se preocupando com os cus alheios, num claro processo de involução humana. Não estamos livres de holocaustos, guerras santas, massacres, genocídios, e coisas do gênero. Não estamos livres da crueza e da crueldade humana, e as tendências mundiais atuais estão nos mostrando claramente isso: A verdade nua e crua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...