quinta-feira, 19 de maio de 2016

Sonhos vãos



A vida não é um sonho, 
Mas alguns vivem deles,
Dos sonhos vãos,
Que se vão,
Que são seres.

A mão no fogo, não ponho,
Não por teus quereres
Que não são,
Nem serão
Meus prazeres.

Sonhava uma vida querida
que era linda, mágica e perfeita...
Mas a ilusão sempre está de partida
Para o universo sem planeta. 

A partida quebrou a ilusão inocente
E fez de mim, de novo, gente,
Que vê, que chora e que sente.

Não sou, não fui e não serei crente,
Apenas creio naquele que aprende
Que o que vale é o tempo presente.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...