sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Lágrimas idosas


Só penso nos dias de outono
Quando me pegarias pelas mãos rugosas
Caminhando pelas ruas cheirosas
Cuidando, espantando o sono.

O teu olhar opaco pela idade
Com o mesmo brilho penetraria
dentro da alma que algum dia
Eu entreguei a ti, com verdade.

Sinto saudades de nossas vidas
As quais nunca teremos juntos
Pois preferistes, entre muitos,
O caminho de cidades escolhidas.

O tempo há de limpar tua alma
E outra mão rugosa segurarás pelas ruas,
Lembrando - te de velhas histórias
Esquecendo - te de minha alma nua.

Eu continuarei saudosa
Andando por ruas mal cheirosas
Com os olhos a olhar as nebulosas
opacos por lágrimas idosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...