sexta-feira, 10 de maio de 2013

Infância 80: de Karatê Kid à tchaco!

A primeira vez que passou Karatê Kid na televisão foi o maior sucesso. Os meninos da minha rua ficaram enlouquecidos, copiavam aquele golpe final do canguru perneta gritando "kiai" o tempo todo, atacando-nos a todo momento. Poucos filmes influenciaram tanto na imaginação dos meninos quanto este.

 Cena final de Karatê Kid

Outra coisa irritante eram aqueles tchacos, que nada mais eram que correntes fixadas nas extremidades de dois pedaços de cabo de vassoura. Os meninos ficavam girando aquilo, fazendo acrobacias e socando em partes indevidas do corpo. Aquele "brinquedo era bem sem noção.

Teve uma febre de ioiô. Eram aqueles ioiôs da coca-cola os que mais faziam sucesso. Crianças e adultos passavam dias e noites jogando aquilo para todos os lados, fazendo gangorras, e vários outros movimentos que nem imagino o nome. Foi boa essa mania.


A moda era o cometa Haley. Tudo era em torno dele; criaram um personagem no programa infantil chamado Balão mágico que era um cometa acoplado a um elefante, Haleyfante, alguma coisa desse gênero. Eu sonhava em ver o cometa que demoraria mais de 80 anos para aparecer pelos céus novamente, mas depois de tanto espetáculo, bem no dia da passagem, ficou tudo nublado em Ipatinga. Mas, pelo que fiquei sabendo, a sua passagem foi sem graça e muitos ficaram decepcionados.

Jairzinho, Haleyfante e Simony
Eu sonhava com o bebezinho careca, uma bonequinha carequinha que estava na moda. Sonhava com uma até que ganhei no natal a Cínthia. Depois fiquei louca pelo Bebê do ano 2000, mas minha mãe não quis me dar por que ele se parecia muito com um bebê de verdade, e segundo ela. isso dava nervoso. Ela me deu uma Peposa. Nunca me recuperei disso, assim como quando esperava ganhar uma mônica e meu pai me trouxe um bonecão. Ele é lindo e ainda o tenho, mas eu queria uma Mônica, pô!

Papéis de carta! Como explicar o sentido de se colecionar papéis de carta? Eram pequenos papeis adornados por vários desenhos fofíssimos. Comprávamos um bloco e saímos trocando com as outras meninas, que guardavam todos muito bem colocados em uma pasta de arquivo. Um dos dias mais tristes foi quando eu levei a minha pasta para escola e alguém a roubou. Como eu sempre fui avoada, só fui perceber em casa. Tinha minhas suspeitas, mas que Deus a castigue!


Propaganda da Laka... Como eu era romântica e aquela propaganda me fazia sonhar toda vez que passava na TV... Bons tempos, bons tempos!

      




2 comentários:

  1. adoreiiiiiii...
    lembrei de cada dia de minha infância..tenho dó de meus sobrinhos que não terão esse tipo de saudosismo
    parabéns Lu...

    C.E.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, quando começamos com o saudosismo e a pensar que os de hoje não terão as coisas boas que tivemos, isso quer dizer uma coisa: Estamos ficando velhos!

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...