segunda-feira, 20 de maio de 2013

Momentos sinistros da humanidade


Eu sempre tive medo dos mortos, mas não é como os outros tem. Eu não tenho medo de fantasmas, almas penadas, eu tenho medo dos corpos sem vida, ocos, vazios e que estão se deteriorando; eu tenho medo de tocar o corpo gelado, eu tenho pavor. Odeio velórios, odeio aquele sofrimento estendido.

Bem, imagine se o seu ente querido morresse e você não tivesse sequer uma imagem, uma fotografia desta pessoa? O que você faria?

A partir de 1839, ficou mais fácil para as pessoas terem fotos ao invés de retratos pintados, então a moda era fotografar, embora não fosse acessível a todos. Nasceu aí também a foto post mortem, que nada mais era do que fotografar as pessoas depois de mortas; estas pessoas eram colocados de maneira a parecer que estivessem vivas ou apenas dormindo, muitos usavam algum suporte de madeira escondidos atrás das roupas. Algumas fotos recebiam retoques como rubor nas bochechas e pintura nos olhos.

Eu acho que, mesmo que não tivesse nenhuma lembrança de uma pessoa querida, eu não gostaria de ter uma foto sinistra de um corpo vazio, estranho, sem vida.

Bem, são coisas culturais e históricas que valem a pena ser conhecidas.

Para quem gosta de ver:

Página no Facebook

Mais sobre o assunto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...