terça-feira, 10 de abril de 2012

Dicas de viagem: INACREDITÁVEL ÍNDIA - algumas observações

Bem, amigos, este será o meu ultimo post falando sobre a minha viagem até a Índia, espero que os leitores esporádicos tenham gostado. Falarei sobre algumas coisas isoladas das quais me esqueci de falar nos posts anteriores:

O GOVERNO APARENTEMENTE NÃO FAZ NADA

Essa é a impressão que dá andando pelas ruas da Índia, vendo o descaso das autoridades com a população indiana. O lixo se espalha por todo o lugar, parece que não há funcionários públicos para realizarem a limpeza urbana e não há nenhuma campanha de conscientização para que o povo possa ter a noção de que lixo faz mal á saúde e prejudica também a imagem da Índia. Muitos parecem não ter a noção de contaminação ou preservação ambiental, e esse tipo de trabalho, o de formação de cidadãos conscientes, é papel do governo, que deveria usar os meios disponíveis e mais eficientes, como escola e mídia.

O Brasil não era tão diferente da Índia há algumas décadas atrás, e ainda falta muito para que se possa chamar a população brasileira de população consciente, mas eu me lembro de algumas mudanças que ocorreram nestes meus curtos anos de vida. Foram criadas fortes leis de proteção ambiental,  que obrigaram as usinas a usarem filtros em suas chaminés, e qualquer empresa que realize qualquer ação que prejudique o meio ambiente é obrigada a pagar multas milionárias; criaram também leis que regulamentaram a posse de veículos;  carros caindo aos pedaços, que poluem e oferecem riscos à população não são mais permitidos; inúmeras campanhas de conscientização sobre tudo, desde câncer de mama até campanhas contra a dengue são realizadas todos os anos. Todas as mudanças precisam de um prazo para serem executadas, mas para que dê certo, é preciso que se faça cumprir a lei, sem brechas e com punição para os infratores.

Na Índia, vi homens e mulheres com os seus sarees carregando pedras e cozinhando pixe em latões colocados sobre pneus! Isso é coisa de governo que zela pela sua população e seu patrimônio?

Em Agra, vi que os monumentos não sofrem nenhum cuidado de restauradores profissionais, total descaso com o patrimônio artístico e histórico. 


Elefante com elefantinho esculpido dentro

A PREOCUPAÇÃO COM A SEGURANÇA

Na maioria dos lugares que fui em Pune, em ambientes de maior concentração pública ou de importância oficial, sempre revistaram as bolsas  e passaram os detectores de metal. Nos aeroportos, só entra quem estiver com as passagens em mãos.


Shoping em Pune

COMER COM AS MÃOS

Muitas pessoas ainda usam somente as mãos para comer. Eu me lembrei um pouco da minha avó, quando fazia um mexidão e  moldava bolinhas de comida com as mãos para comer, eu também já fiz isso quando criança.  De qualquer forma, é bom não ter que se preocupar em pegar o pão naan com as mãos ou o pedaço de galinha.

Que saudade do naan...

TIRAR OS SAPATOS

Algumas vezes me esqueci deste detalhe ao entrar na casa de alguém e me  senti envergonhada. Eu percebi que algumas mulheres tiravam os chinelos até para se sentarem num espaço gramado. Não se esqueça desta regra!




 BOLLYWOODDDDDD!

Os filmes indianos são muito engraçados, singelos e românticos. A fotografia é sempre maravilhosa, as canções são lindas e a maioria dos temas abordam o amor, a família, as culturas e o patriotismo. Alguns tentam discutir assuntos polêmicos, como o casamento arranjado, mas de uma maneira suave, que não entre muito em choque com os antigos costumes. Penso que, sendo o cinema indiano uma grande paixão nacional e que esta se estendendo para o mundo, deveria encarar o seu papel com mais seriedade e aproveitar a sua influência para tratar de temas delicados e importantes, como as tais conscientizações de que falei anteriormente. Imaginem como isso não iria funcionar!

PENDURICALHOS

As mulheres indianas adoram os penduricalhos e andam fazendo muitos barulhinhos. São pulseiras, tornozeleiras, brincos e o que mais existir. Há também um pequeno contraste entre estas mulheres, a maioria usa saree, mas vi uma usando minissaia e camiseta, assim como muitas fumantes.


Eu de saree

BALANÇAR DE CABEÇA

Todo o mundo já está cansado de saber desse balançar de cabeça indiano, mas eu adorava ficar observando eles  conversando e balançando aquelas cabecinhas. O balançar na lateral pode querer dizer sim, não, mas na maioria das vezes é "talvez", "pode ser", "estou pensando sobre isso". Acho que peguei esse balançar, muitas vezes me vejo balançando a cabeça e quase sempre é "talvez".


Até aqui???

Por enquanto é isso. Encerro aqui os meus relatos obre a Índia, que tem problemas como o Brasil, mas que é o meu segundo lugar favorito na terra. Se falo sobre os problemas é por que espero que a qualidade de vida e a imagem da índia melhorem cada vez mais, por que amo aquele lugar e aquele povo.


Bye, Índia, até algum dia!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...