quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Embromation

Todos os dias eu abro a página do blog, mas não me vem nem a inspiração e nem as forças, então entro com a "embromation". Minha vida está uma bagunça, tudo atrasado, parece que estou caminhando pra lugar nenhum, Jesus!

Pra compensar, colocarei um poeminha famoso de Cecília Meireles que diz muito sobre o terror que a mulher enfrenta, as consequencias dos anos.



Retrato

Eu não tinha este rosto de hoje,
Assim calmo, assim triste, assim magro,
Nem estes olhos tão vazios,
Nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
Tão paradas e frias e mortas;
Eu não tinha este coração
Que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
Tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida
A minha face?

2 comentários:

  1. Eu ainda sou muito novo, mas acho que a "velhice" so se instala se deixar-mos....Tenho um vizinho que tem quase 60 anos e veste-se de forma mais desportiva que eu, com all stars, calças de ganga e casacos Energy, oculos de sol e boné! Às vezes vou andar de bicicleta e passam por mim homens de 60 anos a pedalar e eu não consigo acompanhar, e supostamente estou na idade em que o meu corpo melhor pode. Acho que as pessoas se vao mentelizando que estão a ficar velhas, e aí não há nada a fazer....
    Mais uma vez, e como sabes, sou demasiado novo, mas espero viver toda a minha vida como estou a fazer agr....como um jovem =D.....independentemente de uma ou outra ruga.
    Beijinho Lu **

    ResponderExcluir
  2. Zé!
    Acho que você tem toda a razão e gostaria que todos enxergassem isso nas pessoas, ao invés das rugas e do passado...Gente é gente sempre, independente de idade ou vivência. No final, o que importa é a sinceridade das relações e a maneira como cada um encara e se dispoe a viver a vida, e conheço muitos jovens que caminham como se fossem centenários, cheios de preconceitos e limitações puramente mentais...
    Beijos!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...