domingo, 4 de abril de 2010

Net: Ser ou não ser?



Quem pode lhe dar garantias sobre o verdadeiro ser de uma pessoa? Quem pode lhe dizer com certeza absoluta o que você deve fazer em sua vida, quais as decisões que você deve tomar e quais os caminhos são mais seguros? Quando é que você pode dizer com propriedade que conhece inteiramente o outro e sabe do que este é capaz de fazer? Quando a moça que teve o seu rosto queimado com ácido pelo marido ciumento se casou, ela tinha a certeza absoluta de que ele jamais lhe faria mal, e quem poderia contradizê-la?

As facilidades de se relacionar com pessoas  de tantas nacionalidades e culturas diferentes hoje em dia nos trazem um leque enorme de possibilidades. Muitas pessoas solitárias enxergam na rede uma oportunidade inigualável de poder interagir e talvez, de encontrar, quem sabe, o grande amor de suas vidas...Nos inúmeros sites de bate-papo e relacionamentos que a rede dispõe podemos nos comunicar como nunca antes fora possível, é incrível o que podemos fazer diante de uma tela de computador! Maravilhados por essas possibilidades, muitos perdem horas de seus dias em busca de algo que os possa preencher, algo que venha sanar todas as suas carencias sociais e afetivas. Grandes sentimentos podem ser dispertados nesse mundo, onde há também perigos disfarçados em toda a parte.

 Os problema começa quando as pessoas começam a dedicar a maior parte de seu tempo dentro deste mundo, deixando de realizar suas tarefas normais, de interagir com as pessoas de carne e osso que estão em sua volta. Os relacionamentos virtuais são muito mais práticos e fáceis, a conversa sempre é mais espontânea, as aparências, o local, nada disso importa, todos estão no mesmo lugar e situação. Algumas pessoas podem chegar a preferir esse mundo seguro ao real e se recusar a viver uma história verdadeira, a virtualidade se torna a sua única opção, a realidade as apavora.

Outras pessoas usam destes meios apenas para facilitar encontros, apenas como mais uma ferramenta de sedução. O medo que  isso acarreta é grande, há na rede, como em todo lugar, pessoas de má índole e que se especializam em seduzir mulheres carentes e sedentas de alguma atenção para lhes estorquir o que for possivel...Há muitas histórias tristes sobre amores via web, muitos corações partidos e muitos bolsos vazios, mas também há histórias felizes.

A internet nos possibilita encontrar pessoas mais facilmente que nas ruas, e a palavra é um precioso instrumento nesse processo.Aqui podemos nos comunicar, nos expressar, sem os empecilhos que o dia-dia nos traz, somos livres. Como saber se a pessoa que conhecemos a pouco tempo é uma boa pessoa ou é um terrorista, um aproveitador, um falsário? Como ter a certeza de que suas palavras são verdadeiras? Não é nada fácil, mas isso não é só na internet! Como você pode saber que aquele rapaz lindíssimo que você acabou de encontrar num bar ou em uma boate é uma boa pessoa? E muitas vão para as suas camas sem sequer saber seus nomes! A rede é só um facilitador, não é um meio para a corrupção.
Não há como termos garantia sobre a índole das pessoas...Nem mesmo a convivência é capaz de nos fornecer todos os dados necessários para categorizarmos este ou aquele, para permancermos tranquilos quanto as suas atitudes futuras. O que podemos fazer é observar os pequenos sinais, as pequenas frases que se escapam, as intenções não ditas, os atos, o desenrolar das coisas; podemos nos valer também de experiências vividas por outros e notar se há indícios, semelhanças no modo de agir. No mais, é pedir à Deus ou a quem nos valha nas horas de sofrimento para que nos ilumine os passos e não caiamos em armadilhas.

Um comentário:

  1. Você tem toda razão, Lu, corremos na vida real o mesmo perigo da virtual. Quantas e quantas pessoas namoram por tanto tempo, casam e depois, sem que percebem, estão ao lado da pessoa que lhes fará o maior mal. O ser humano é tão imprevisível e tantas vezes tão dissimulado, que só Deus mesmo para dar a proteção total.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...